terça-feira, 20 de abril de 2021

As Categorias Profissionais e Econômicas em busca da vida e do lucro

 Diante da morosidade do Governo Federal na compra de vacinas para o povo brasileiro, as categorias profissionais e econômicas estão se mobilizando.

As categorias econômicas através dos seus poderosos lobbies estão constantemente em atividade buscando alternativas, não só para vacinar os seus empregados, como também lucrar com a comercialização das vacinas. Como por exemplo a PL 948/21.

Para o ex-ministro da Saúde e deputado federal, Alexandre Padilha, a aprovação pela Câmara dos Deputados do PL 948/21 cria o “camarote da vacina”, ao permitir a compra de vacinas contra Covid-19 pelo setor privado antes da vacinação de grupos prioritários do Plano Nacional de Imunizações.

Como se não bastasse esses lobbies agora também quem está “correndo por fora” são as categorias profissionais através dos seus sindicatos.

Aconteceu no dia 19/04/21 em Brasília, na Câmara dos Deputados, uma audiência pública para discutir a “Agenda de vacinação de toda a categoria de trabalhadores portuários”. (link da audiência https://edemocracia.camara.leg.br/audiencias/sala/1795). Reivindicando antecipação na vacinação dos trabalhadores portuários por se tratar de uma atividade essencial.

Nada mais justo, pois se o governo federal não atua de forma eficaz na compra das vacinas, a sociedade organizada tem o dever de reivindicar os seus direitos.

Só com essa mobilização dos portuários, a quantidade de trabalhadores que se beneficiarão com a vacinação será em torno de 111.3 mil pessoas. O Equivalente, quase que, a totalidade da população da cidade de Caraguatatuba.

Por outro lado, o povo brasileiro se acomodou, tomando o seu kit preventivo da morte, atacando os governos estaduais por aplicarem os remédios amargos que mitigam as consequências causadas pelo vírus e não se mobilizam pedindo agilidade na compra de vacinas.

Com isso, a morosidade na vacinação da população aumentará e a “sociedade desorganizada brasileira”, como sempre, ficará por último na fila.

Não pense que ficaremos somente na reivindicação dos portuários, as demais categorias organizadas também lutarão pelo seu direito a vida.

Para que não fiquemos a ver navios, a sociedade precisa urgentemente se organizar e clamar por Vacinas Já!!!! Só assim venceremos esse maldito vírus.

 

Autor: Valtão DeCastro

Nenhum comentário:

Hora Dourada - Caraguatatuba / SP

 

OS MELHORES PITACOS