sábado, 30 de maio de 2020

OS TRÊS COPOS DE LEITE MAIS PERIGOSOS DO CINEMA

Na abertura do filme de 1971, de Stanley Kubrick, Laranja Mecânica, a câmera se afasta do rosto do personagem Alexander DeLarge e revela o copo de leite que ele bebe com seus companheiros, os drugues, no Kolova Milkbar. Ao leite moloko pode ser adicionado vellocet, synthemesc ou drencom. Alex bebe o moloko plus drencom, que aguça os sentidos e o deixa pronto para os atos de ultra violência que se seguem à cena.

No filme de Quentin Tarantino Bastardos Inglórios, de 2009, o comandante da SS, Hans Landa, prefere um copo de leite ao de vinho oferecido pelo camponês LaPadite. Landa aguarda que uma das filhas do camponês sirva o leite e bebe de um só gole. É servido novamente e começa o interrogatório de LaPadite; o copo de leite está entre os dois. A seguir, acontece o assassinato da família judia, escondida debaixo da casa, metralhada pelos soldados nazistas.

De repente, a luz vinda de uma porta que se abre ilumina o chão e aparece a sombra de um homem carregando um copo. O ambiente escurece novamente, e o personagem Johnnie Aysgarth de Suspeita, filme de 1941, de Alfred Hitchcock, aparece com o copo de leite. Ele sobe a escada, levando o leite para a esposa, que o aguarda no quarto, com olhar tenso. Johnnie coloca sobre a mesa o copo de leite que ela suspeita estar envenenado.


sexta-feira, 22 de maio de 2020

A BOA E VELHA POLITICA BRASILEIRA - Os acordos com o Centrão

Para quem acreditava numa nova política aí está o resultado. Vejam quem Bolsonaro já nomeou em troca de apoio para evitar impeachment, e o Centrão ainda quer mais.

Para evitar esse risco, Bolsonaro precisa ter ao seu lado pelo menos 172 dos 513 deputados federais.

NOMEAÇÕES LIGADAS AO CENTRÃO FEITAS POR BOLSONARO

Fernando Leão (Avante)

Nomeado para a direção-geral do Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), indicado pelo Progressistas. Vinculada ao MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional), a autarquia é responsável pela construção de barragens e açudes nas regiões áridas do país, tem forte caráter assistencial no interior do Nordeste. Apesar da indicação do Progressistas, Marcondes é filiado ao Avante. A costura fez parte da estratégia de partidos maiores de atraírem siglas menores para a base do governo. Orçamento do Dnocs autorizado para 2020: R$ 998,5 milhões

Carlos da Silva Filho

Nomeado para a Superintendência de Trens Urbanos do Recife por indicação do PSC. A superintendência faz parte da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), que é vinculada ao MDR. A nomeação teve a chancela de caciques do centrão da Câmara com o objetivo de levar o PSC, que tem nove deputados, para a base de Bolsonaro. Orçamento da CBTU autorizado para 2020: R$ 1,1 bilhão.

Tiago Pontes Queiroz

Nomeado para a Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional por indicação do Republicanos. Advogado, Queiroz entrou no lugar de Adriana Melo Alves, funcionária de carreira do MDR. Orçamento do Ministério do Desenvolvimento Regional autorizado para 2020: R$ 17,2 bilhões.

Garigham Amarante Pinto

Nomeado para a Diretoria de Ações Educacionais do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) por indicação do PL. A diretoria é responsável pela gestão de alguns dos programas mais importantes do fundo, que tem orçamento bilionário, como os de livro didático, transporte escolar e de transferências diretas para as escolas. Garigham é nome de confiança de Valdemar Costa Neto, que comanda o partido. Orçamento do FNDE autorizado para 2020: R$ 29,9 bilhões

Carlos Marun (MDB)

Aliado fiel do ex-presidente Michel Temer (MDB), o ex-ministro foi nomeado para o cargo de conselheiro da Itaipu Binacional. A indicação teria partido do próprio ex-presidente. José Carlos Aleluia (DEM). Reconduzido ao conselho da Itaipu Binacional, é indicação do DEM. Antigo cacique do partido, o ex-deputado foi sugerido para o cargo pelo presidente da legenda, ACM Neto (BA), segundo congressistas.


O ATO DE “DAR / RECEBER”

22.05.20

Sempre que tivermos a oportunidade de dar alguma coisa a alguém, o façamos sem impor condições e sem alimentar expectativas.

 

A recompensa está no próprio ato de dar, e este ato deve vir despojado do desejo de receber algo em troca, ou mesmo qualquer manifestação de gratidão.

 

E quando alguém desejar nos presentear, não nos neguemos a aceitar essa demonstração de amor e, silenciosamente, agradeçamos esta dádiva à vida.

 

Quem oferece é que recebe a maior recompensa e, no constante processo da vida, a verdadeira recompensa é o prazer da doação sem a expectativa do retorno.

 

Deixemos nossa generosidade brotar da gratidão, e que ela se manifeste no humilde reconhecimento de que nós precisamos crescer e expressar mais amor, sempre.

 

Saibamos receber dos outros com sincera gratidão interior, pois, são resultados dos atos de bondade voluntária que praticamos, confirmando a garantia do retorno, mais cedo ou mais tarde.

 

Nesta sexta-feira, pensemos um pouquinho sobre o ato de "dar/receber", nos lembrando de que, seja qual for a forma de doação, em palavras, pensamentos ou ações, receberemos de volta, também de alguma forma, tudo que oferecermos.


quinta-feira, 21 de maio de 2020

O MILAGRE


21.05.20

Milagres são a constatação de acontecimentos inexplicáveis para nós humanos. 

Milagres, também, são tentativas da nossa mente de justificar nossa recusa em aceitar os princípios da vida ao nosso redor. São fatos corriqueiros, mas que, ao nos tornarmos céticos, são difíceis de entender.

Milagres acontecem no silêncio da paz, para todos que acreditam. E eles estão, sem duvida, na vivência de quem conhece e ama a vida. Contudo, será raro presenciarmos um milagre se manipularmos a vida com propósitos egoístas. 

Se vivermos mergulhados no medo, na confusão,  e não tivermos tempo para ouvir os silenciosos sussurros da verdade, não os perceberemos, pois, na descrença, e no nosso pensar pessimista, eles não podem acontecer conosco.

Todavia, quando não existe descrença, a dúvida desaparece. Não havendo dúvida, a fé nos acompanha e fortalece a nossa mente. Quando existe fé, o amor flui de forma natural e constante, e, ao fluir o amor, a mente dá ouvidos ao coração que encontra a sabedoria na alma.

Quando o coração e a mente estão sintonizados, nós entramos em harmonia com a vida ao nosso redor, desde a simplicidade e beleza de uma gota  de orvalho à complexidade do Universo.

Hoje, quinta-feira, meditemos alguns instantes sobre a Bondade Divina, aos nos permitir, a cada amanhecer, a continuidade do "Milagre da vida", para vivermos os milagres diários da Sua  Criação. E agradeçamos!

Quando te encontrar novamente


Será muito diferente

Direi coisas a você

Que não tive tempo de dizer

Como eu te amo, como eu te amo,

Como eu te amo, como eu te amo.

 

Um domingo com você,

Iremos ao futebol,

Comemoraremos as vitorias,

E também as derrotas,

Pois a seu lado,

 Tudo é belo e tem muito mais valor

Pois a seu lado,

Tudo é belo e tem muito mais valor.

 

E a velha pescaria,

Não poderá ficar de lado,

Nem aquele Cambuci

Que te fazem tão feliz

Aquele brilho

Ainda vejo em teus olhos

Aquele brilho,

Ainda vejo em teus olhos


O ÊXTASE


 Encontrar-se em êxtase significa estar em estado de consciência totalmente isolado das ações do mundo exterior.

Os santos, as ascetas, os hindus que se entregam à meditação profunda e à concentração absoluta, os profundamente religiosos, podem chegar ao êxtase e penetrar dentro de si mesmo, recebendo visões ou manifestações do mundo secreto e misterioso, em contato direto com a alma e o espírito.

Na Vida, inexistem esses momentos de êxtase. A meditação recomendada não é profunda a ponto de a mente “fugir” para páramos desconhecidos.

O estado de consciência que conduz ao êxtase existe, mas deve ser cultivado com equilíbrio e bom senso, jamais pendendo para o fanatismo.

O homem deve buscar a si mesmo, com simplicidade, equilíbrio e bom senso.

A meditação é o primeiro passo para o êxtase; não é recomendável esse estado de consciência solitariamente, grupos afinados, contudo, podem buscar esse estado; os resultados, individualmente, serão satisfatórios.


sábado, 16 de maio de 2020

REFLEXÃO DO DIA


16.05.20

Um dos maiores medos que aflige o ser humano é o de envelhecer. Esse medo chega a ser tão intenso que, ao invés de retardar o envelhecimento, apenas o apressa. Se estamos com esse medo, nos livremos dele, pois, é um sentimento nocivo.

Antes, devemos dar graças pelas rugas trazidas pela maturidade. São sinais de beleza e sabedoria adquiridos por quem vive plenamente, demonstrando conhecer o significado da alegria e do amor.

Se nos apegarmos em demasia à própria juventude, estaremos provocando um desgaste emocional que só fará antecipar o aparecimento das rugas. Por isso, é bom reservarmos um tempo para mergulharmos em nós mesmos, nos visualizando por inteiro e permitindo-nos sentir o profundo bem-estar da paz interior.

Nosso poder de imaginação é um dom muito mais valioso do que pensamos. Se a toda hora nos postarmos diante do espelho à procura de sinais de envelhecimento, na certa iremos encontrá-los. 

Se, ao contrário, empregarmos nosso tempo experimentando e vivenciando as alegrias que a vida nos proporciona, não vamos gastá-lo alimentando temores, e manteremos uma aparência mais jovem. A juventude está na forma como encaramos a vida e seus problemas.

Lembremos, neste sábado, que as rugas resultantes da mente sadia, do riso e do amor pela vida também aparecerão, mas serão sempre belas e admiradas.


quinta-feira, 14 de maio de 2020

PORTUGAL SE PREPARA PARA A REABERTURA DOS BARES E RESTAURANTES


A Direção-Geral da Saúde (DGS) publicou na última sexta-feira (08/05), orientação para os bares e restaurantes lidarem em segurança com a reabertura quando ainda atravessarem a pandemia da COVID-19.  Incluem-se normas sobre a disposição "das mesas e das cadeiras" que "deve garantir uma distância de, pelo menos, dois metros entre as pessoas", sendo que as "coabitantes podem sentar-se frente a frente ou lado a lado, a uma distância inferior".

As empresas devem reduzir a capacidade máxima do estabelecimento, para que o distanciamento social seja então possível, privilegiando também "a utilização de áreas exteriores, como os decks (sempre que possível).

O agendamento prévio de lugares é outra das medidas a que a DGS incentiva, uma vez que "estão desaconselhados as filas de espera, tal como as operações do tipo self-service, com buffets"

Limpeza dos Espaços

Os proprietários "devem desinfetar, pelo menos seis vezes por dia, todas as zonas de contacto frequente (maçanetas de portas, torneiras de lavatórios, mesas, bancadas, cadeiras, corrimãos) e, após cada utilização, os equipamentos críticos (tais como terminais de pagamento automático e ementas individuais"

A higienização das mãos é fundamental, "com solução à base de álcool ou com água e sabão à entrada e à saída do estabelecimento por parte dos clientes". Não esquecer a distância social de, pelo menos, dois metros e a necessidade de cumprimento das regras de etiqueta respiratória.

E máscaras? 

Quanto ao uso de máscaras, a DGS refere que os clientes "devem considerar a utilização" - exceto durante o período de refeição -, assim como "evitar tocar em superfícies e objetos desnecessários e dar preferência ao pagamento eletrônico".

Já os colaboradores dos estabelecimentos devem usá-la "durante o período de trabalho com múltiplas pessoas".

Leia aqui a diretriz na íntegra


quarta-feira, 13 de maio de 2020

SORRIA


A alegria, o sorriso e o riso são a música das crianças, o conforto da mente livre de preocupações e do controle da vida. É a elevação dos nossos pensamentos e emoções para além das limitações e medos que impomos a nós mesmos, no caminho da paz interior.

O riso é a expressão do coração, quando ele permite que a alegria tome conta dele. A alegria é o destino da alma que encontra a vida.

E como devemos vivenciar a vida? Ora, vivendo o momento presente, o aqui e agora, ao invés de nos fixarmos no passado ou nos preocuparmos em demasia com o amanhã.

Ter alegria é encarar a vida como uma experiência divertida de exploração e descobertas, e não um aborrecido amontoado de circunstâncias, independentemente da idade.

É conceber o conhecimento e a compreensão dos princípios da vida, não somente como regras e regulamentações, mas como dádivas que residem na liberdade da verdade e da existência.

A alegria está na exaltação do amor, por tudo que foi abençoado pela vida, e não nos julgamentos ou críticas.

O adulto com alegria, torna-se uma criança alegre, sem medo, que não faz julgamentos, mas apenas sorri e se diverte brincando sadiamente e responsavelmente com a vida.

Uma quarta-feira carregada de sorrisos e risos, na proclamação do dom da vida e da felicidade, é o que precisamos hoje.

E vamos conseguir!



segunda-feira, 11 de maio de 2020

UMA ANTIGA CONTROVÉRSIA, O RACISMO

Há ou não racismo no Brasil? Esse é um tema antigo, que cada dia vem se tornando menos controverso. Ainda que haja vozes contrárias aos fatos, o Brasil vem lentamente tomando consciência de seu preconceito racial ou de cor.

Não é uma grande conclusão, dirão muitos, a de que há racismo no país.

Há no Brasil o famoso “mito da democracia racial”, cuja origem vamos encontrar na obra de Gilberto Freyre. Em uma comparação com os Estados Unidos, Freyre busca mostrar que o Brasil é resultado da mistura de três raças: o branco europeu, o preto africano e o ameríndio, já presente na América do Sul antes da chegada dos portugueses. Essa mistura é aceita pelos brasileiros como um valor positivo. Em sua monumental obra, Freyre mostra que, na formação do Brasil colonial e escravista, as relações sociais entre brancos e pretos eram diferentes daquelas que marcaram a formação norte-americana. Essa diferença se estabelece, entre outros fatores, pela prática de relações sexuais entre o senhor branco e a escrava preta, uma possibilidade sempre presente para reforçar a mistura que já existia na pele dos portugueses.

O “mito da democracia racial” acerta em uma coisa: diferentemente dos Estados Unidos, não existe no Brasil uma ideologia ativa e militante que sustente o racismo. Mas erra ao afirmar, muitas vezes completamente, como no livro Não somos racistas, do jornalista Ali Kamel, que o problema brasileiro não é discriminação racial, mas a discriminação baseada em classe social, uma espécie de classismo.

Todavia, é importante constatar, de maneira convincente, que há preconceito racial no Brasil.


domingo, 10 de maio de 2020

DIA DO AMOR

Que dia é hoje?

Dia do Amor

Hoje é dia de celebrarmos o amor, sim é o dia do amor, pois exatamente isso que uma Mãe é,  Amor.

Desde o momento em que somos fecundados, até na hora da palmada no bumbum, uma bronca e um não faça isso, tudo isso é amor.

É o amor que faz as mães ficarem horas acordadas cuidando de seus filhos nos momentos que estão sofrendo de alguma doença, foi ele quem segurou em nossas mãos para que pudéssemos aprender a dar os primeiros passos sozinhos. Que por anos trocou as nossas fraldas, nos deu banho e que até hoje nos tem como seus bebês.

E que tudo fizeram, fazem e farão por nós. Mecham com suas crias para ver o que acontece.

Ninguém tem o direito de falar mal ou sequer apontar um dedo em nossa direção, faça isso e conhecerás o amor irracional, a força de uma gigante prestes a acabar com o perigo que nos ameaça.

Nossa guerreira, heroína, nosso anjo protetor e acima de tudo MÃE.

Esse é um ano atípico, não teremos presentes, churrascos, almoços e nem abraços. É um ano para refletirmos sobre o verdadeiro significado dessa data tão importante,

Precisamos refletir muito sobre o dia de hoje, para que com ele, venhamos a descobrir que, o mais importante nessa data é a presença física, o abraço, o carinho, o beijo e o amor. A reunião da família para celebração da vida, essa que nos foi dada pela dadiva de Deus por intermédio de nossas mães.

Mãezinha, infelizmente no dia de hoje, por conta dessa pandemia, em 58 anos de vida ao seu lado, não poderei te dar um abraço. As lagrimas escorrem em meu rosto, a dor no coração é grande. Mas tenho fé que em breve poderei te abraçar bem forte e dizer olhando em seus olhos o quanto te amo e sou feliz por ter a senhora ao meu lado.

Peço a Deus que te proteja, te de forças e ilumine sempre o vosso caminho.

Te amo muito.

FELIZ DIA DO AMOR

FELIZ DIA DAS MÃES

Do seu filho

Valter


sábado, 9 de maio de 2020

OS DOIS LADOS DA MESMA MOEDA


A Pesquisa Social Brasileira mostrou que Roberto DaMatta esta certo em muitas de suas afirmações:  o Brasil é hierárquico, familista, patrimonialista e se encaixa em vários outros adjetivos que significam arcaísmo, atraso. Porem, há uma ressalva importante a fazer. O país não é um bloco monolítico, mas uma sociedade profundamente dividida.

O Brasil, na verdade, são dois países muito distintos em mentalidade. Dois países separados, num verdadeiro apartheid cultural. O que está em jogo são valores em conflito, e, por conseguinte, uma sociedade em conflito. Enquanto a classe baixa defende valores que tendem lentamente a morrer ou a se enfraquecer, a classe alta mantém-se alinhada a muitos dos princípios sociais dominantes nos países já desenvolvidos.

Não há um lado certo e outro errado. Há, sim, um lado dominante em lenta erosão – o das classes baixas -, e outro ainda pouco presente, mas que tende a se fortalecer à medida que a escolaridade média da população aumentar. Sim, porque entre os fatores que determinam esse abismo entre brasileiros, um dos mais importantes é a escolaridade. É a educação que comanda a mentalidade.

Quem passou pelos bancos escolares de uma universidade e obteve diploma tende a ser uma pessoa moderna: impessoal; contra o jeitinho brasileiro; contra punições ilegais,  como linchamento e o estupro, na cadeia, de criminosos condenados pelo mesmo crime; refratária à crença de que o destino está completamente nas mãos de Deus; e a favor de confiar mais nos amigos.

No entanto, como a maior parte da população brasileira tem escolaridade baixa, pode-se afirmar que o Brasil é arcaico. Assim, a mentalidade de grande parte de sua população obedecerá às seguintes características:

·        Apoia o “jeitinho brasileiro”;

·        É hierárquico;

·        É patrimonialista;

·        É fatalista;

·        Não confia nos amigos;

·        Não tem espírito público;

·        Defende a “lei de Talião”;

·        É contra o liberalismo sexual;

·        É a favor de mais intervenção do Estado na economia;

·        É a favor da censura;

Óbvio, não?

Não. Não tão obvio assim. Trata-se de probabilidades que valem para um amplo leque de questões. De sexo à corrupção, passando por uma crença fatalista no destino, é bem provável que alguém com curso superior completo seja a favor de praticas sexuais variadas, ou de sexo entre pessoas do mesmo gênero, e se escandalize quando denuncias de corrupção de políticos, muitas delas comprovadas, são “esquecidas” pela população que acaba reelegendo os denunciados.

O contrário também é verdadeiro. Para a população de baixa escolaridade que apoia a quebra de regras patrocinadas pelo “jeitinho brasileiro”, há também uma tendência em mostrar-se tolerante com a corrupção. Para muitas dessas pessoas, não há “esquecimento” das denúncias; elas simplesmente não são importantes. Da mesma forma, também é grande a probabilidade de encontramos nesse grupo opiniões contrarias a quaisquer variações do ato sexual, limitando ao sexo genital entre um homem e uma mulher.

É essa a conclusão que se pode tirar; a enorme distância que separa – em termos de visão de mundo, mentalidade, cultura – os dois grupos sociais em que nós, brasileiros, nos dividimos. Somos diferentes em tudo.

Organização Mundial da Saúde (OMS) Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS)

Folha informativa – COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus)

Atualizada em 8 de maio de 2020

Principais informações

  • A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 30 de janeiro de 2020, que o surto da doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19) constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional – o mais alto nível de alerta da Organização, conforme previsto no Regulamento Sanitário Internacional. Em 11 de março de 2020, a COVID-19 foi caracterizada pela OMS como uma pandemia.
  • Foram confirmados no mundo 3.759.967 casos de COVID-19 (87.729 novos em relação ao dia anterior) e 259.474 mortes (5.429 novas em relação ao dia anterior) até 8 de maio de 2020.
  • A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a OMS estão prestando apoio técnico ao Brasil e outros países, na preparação e resposta ao surto de COVID-19.
  • As medidas de proteção são as mesmas utilizadas para prevenir doenças respiratórias, como: se uma pessoa tiver febre, tosse e dificuldade de respirar, deve procurar atendimento médico assim que possível e compartilhar o histórico de viagens com o profissional de saúde; lavar as mãos com água e sabão ou com desinfetantes para mãos à base de álcool; ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço – em seguida, jogar fora o lenço e higienizar as mãos.
  • Os coronavírus são a segunda principal causa do resfriado comum (após rinovírus) e, até as últimas décadas, raramente causavam doenças mais graves em humanos do que o resfriado comum.
  • Há sete coronavírus humanos (HCoVs) conhecidos, entre eles o SARS-COV (que causa síndrome respiratória aguda grave), o MERS-COV (síndrome respiratória do Oriente Médio) e o SARS-CoV-2 (vírus que causa a doença COVID-19).

 

Histórico

Em 31 de dezembro de 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi alertada sobre vários casos de pneumonia na cidade de Wuhan, província de Hubei, na República Popular da China. Tratava-se de uma nova cepa (tipo) de coronavírus que não havia sido identificada antes em seres humanos.

Uma semana depois, em 7 de janeiro de 2020, as autoridades chinesas confirmaram que haviam identificado um novo tipo de coronavírus. Os coronavírus estão por toda parte. Eles são a segunda principal causa de resfriado comum (após rinovírus) e, até as últimas décadas, raramente causavam doenças mais graves em humanos do que o resfriado comum.

Ao todo, sete coronavírus humanos (HCoVs) já foram identificados: HCoV-229E, HCoV-OC43, HCoV-NL63, HCoV-HKU1, SARS-COV (que causa síndrome respiratória aguda grave), MERS-COV (que causa síndrome respiratória do Oriente Médio) e o, mais recente, novo coronavírus (que no início foi temporariamente nomeado 2019-nCoV e, em 11 de fevereiro de 2020, recebeu o nome de SARS-CoV-2). Esse novo coronavírus é responsável por causar a doença COVID-19.

A OMS tem trabalhado com autoridades chinesas e especialistas globais desde o dia em que foi informada, para aprender mais sobre o vírus, como ele afeta as pessoas que estão doentes, como podem ser tratadas e o que os países podem fazer para responder.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) tem prestado apoio técnico aos países das Américas e recomendado manter o sistema de vigilância alerta, preparado para detectar, isolar e cuidar precocemente de pacientes infectados com o novo coronavírus.


 Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional

Em 30 de janeiro de 2020, a OMS declarou que o surto do novo coronavírus constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) – o mais alto nível de alerta da Organização, conforme previsto no Regulamento Sanitário Internacional. Essa decisão buscou aprimorar a coordenação, a cooperação e a solidariedade global para interromper a propagação do vírus.. Essa decisão aprimora a coordenação, a cooperação e a solidariedade global para interromper a propagação do vírus.

A ESPII é considerada, nos termos do Regulamento Sanitário Internacional (RSI), “um evento extraordinário que pode constituir um risco de saúde pública para outros países devido a disseminação internacional de doenças; e potencialmente requer uma resposta internacional coordenada e imediata”.

É a sexta vez na história que uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional é declarada. As outras foram:

  • 25 de abril de 2009 – pandemia de H1N1
  • 5 de maio de 2014 – disseminação internacional de poliovírus
  • 8 agosto de 2014 – surto de Ebola na África Ocidental
  • 1 de fevereiro de 2016 – vírus zika e aumento de casos de microcefalia e outras malformações congênitas
  • 18 maio de 2018 – surto de ebola na República Democrática do Congo

A responsabilidade de se determinar se um evento constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional cabe ao diretor-geral da OMS e requer a convocação de um comitê de especialistas – chamado de Comitê de Emergências do RSI.

Esse comitê dá um parecer ao diretor-geral sobre as medidas recomendadas a serem promulgadas em caráter emergencial. Essas Recomendações Temporárias incluem medidas de saúde a serem implementadas pelo Estado Parte onde ocorre a ESPII – ou por outros Estados Partes conforme a situação – para prevenir ou reduzir a propagação mundial de doenças e evitar interferências desnecessárias no comércio e tráfego internacional.

Em 11 de março de 2020, a COVID-19 foi caracterizada pela OMS como uma pandemia. O termo “pandemia” se refere à distribuição geográfica de uma doença e não à sua gravidade. A designação reconhece que, no momento, existem surtos de COVID-19 em vários países e regiões do mundo.

 

Número de casos

8 de maio de 2020

Mundo
3.759.967 confirmados (87.729 novos em relação ao dia anterior)
259.474 mortes (5.429 novas em relação ao dia anterior)

Região Africana
37.717 casos confirmados (2.247 novos em relação ao dia anterior)
1.275 mortes (47 novas em relação ao dia anterior)

Região das Américas
1.586.129 casos confirmados (43.300 novos em relação ao dia anterior)
87.930 mortes (3.126 novas em relação ao dia anterior)

Região Europeia
1.654.345 casos confirmados (28.308 novos em relação ao dia anterior)
152.179 mortes (1.941 novas em relação ao dia anterior)

Região do Mediterrâneo Oriental
237.323 casos confirmados (8.125 novos em relação ao dia anterior)
8.608 mortes (143 novas em relação ao dia anterior)

Região do Pacífico Ocidental
157.447 casos confirmados (1.263 novos em relação ao dia anterior)
6.394 mortes (33 novas em relação ao dia anterior)

Região do Sudeste Asiático
86.294 casos confirmados (4.486 novos em relação ao dia anterior)
3.075 mortes (139 novas em relação ao dia anterior)

Veja os dados por país no relatório de situação da OMS nº 109*.

Mais informações: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/situation-reports/

*Os países podem ter dados mais atualizados sobre suas situações específicas.

Profissionais de saúde também podem ter acesso a arientações técnicas da OPAS e da OMS sobre COVID-19 em uma página do Campus Virtual de Saúde Pública: https://opascovid.campusvirtualsp.org/taxonomy/term/36 

Além disso, é possível se informar pelo Whatsapp da OMS. Basta enviar a palavra “oi”, no aplicativo Whatsapp, para o número +41 22 501 77 35 e iniciar a conversa. Será aberto um menu de opções para tirar dúvidas, checar os dados mais atualizados, descobrir o que é fato ou fake news (boato), quais as medidas mais importantes para proteger a si e a outras pessoas, além de outras informações sobre a doença causada pelo novo coronavírus: a COVID-19.

 

Fonte: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875


sexta-feira, 8 de maio de 2020

O Isolamento Social

Enquanto os Órgãos Oficiais de Saúde alertam para urgência de medidas rígidas de isolamento social o presidente Bolsonaro, o ministro Paulo Guedes e um grupo de empresários marcharam pela Praça dos Três Poderes e foram ao Supremo Tribunal Federal pressionar o ministro Dias Toffoli pela reabertura da economia com o fim do isolamento social.

Com base em análises técnico-científicas e como parte de seu compromisso com a vida, com o Sistema Único de Saúde (SUS) e com a saúde da população, a Fiocruz considera urgente a adoção de medidas rígidas de distanciamento social e de ações de lockdown no estado do Rio de Janeiro, em particular na região metropolitana, visando à redução do ritmo de crescimento de casos e a preparação do sistema de saúde para o atendimento adequado e com qualidade às pessoas acometidas com as formas graves da Covid-19. 

Inegavelmente a preocupação do Governo Federal esta voltada exclusivamente para a economia. Na reunião com o ministro do supremo, as falas do presidente, do ministro Guedes e dos empresários foram no sentido de reclamar do isolamento social, da situação econômica e dos prejuízos dos empresários.

Em nenhum momento se falou em número de mortes, situações dos hospitais, fome, direitos dos trabalhadores etc. Muito menos no recorde de mortes diárias por covid-19, quebrado nesta quarta feira (06/05), com 615 óbitos. Uma das frases que marcaram a reunião, dita por um dos representantes, foi de que "haverá morte de CNPJs" mais para frente se não houver um relaxamento da quarentena agora.

A ideia era acuar Toffolli para devolver a Bolsonaro o poder de decidir sobre a abertura da economia e o fim do isolamento social.  A intensão de Bolsonaro é assinar um decreto para ampliar a quantidade de atividades essenciais em meio à pandemia do novo coronavírus.

O ministro do STF propôs a criação de um gabinete de crise, com a União, Estados e Municípios, para debater a reabertura da economia.

Vejo com bons olhos a criação desse Gabinete, que a meu ver já deveria ter sido criado logo no início da pandemia. Na fala do Ministro ficou bem claro que o STF não se curvará diante das pressões de ontem (07/05/2020).

O Supremo Tribunal Federal é o guardião máximo da Constituição Federal e das leis. É a última trincheira da defesa dos direitos fundamentais e dos direitos humanos em nosso país. Por isso, não é cabível que aqueles que não concordem com suas decisões respondam com agressão ou ameaça de seus membros.

quinta-feira, 7 de maio de 2020

A HORA É AGORA

O momento atual que vivemos requer algumas mudanças em nosso cotidiano, seja em nossa vida pessoal como profissional.

A pandemia está aí para nos ensinar e refletirmos a respeito de nossos conceitos atuais de vida, e buscarmos alternativas, principalmente, comportamentais para um futuro bem próximo.

As mudanças nem sempre são fáceis de serem implementadas, pois nos fazem sair da nossa zona de conforto e mergulhemos de cabeça no desconhecido.

Essas mudanças deverão ser comportamentais, de valores morais e éticos.

Mudança Comportamental

Mudar é necessário, mas nem sempre é fácil. Quando a transformação envolve uma modificação no comportamento, o processo exige um planejamento robusto e muita determinação. Seja para acordar mais cedo, ter disciplina ou controlar melhor as emoções, toda mudança comportamental se baseia na eliminação de velhos hábitos.

Crise de valores na sociedade atual

 “No mundo contemporâneo o estilo de vida entrou em crise. Os valores da modernidade, as tradições, as crenças e as formas de conduta se relativizaram. Essa relativização aconteceu por causa do avanço do progresso do pensamento e do conhecimento técnico e científico. Vivemos numa época onde as instituições e os códigos sociais e morais não podem mais determinar os modos de vida”. (Michel Aires de Souza).

Enfim cabe a nós refletirmos a respeito e buscarmos as melhores alternativas para que essas mudanças venham acontecer o mais breve possível.


Hora Dourada - Caraguatatuba / SP

 

OS MELHORES PITACOS